Faça parte da nossa lista de transmissão!

Lá nós compartilhamos conteúdos, aulas e workshops exclusivos e gratuitos sobre terapia online.

História do atendimento online no Brasil

Você já sabe como iniciou o atendimento online no mundo. Mas, e no Brasil? Este é o tema da vez, acompanhe para conhecer.

 

Internet facilitou serviços

 

Assim como no mundo, a psicologia beneficiou-se imensamente com a internet. Ela chegou em nosso país em 1995, e desde então surgiram sites que ofereciam atendimento online. Contudo, não eram como hoje, e sua qualidade era duvidosa. Afinal, não havia pesquisas nem regulamentação.

 

A situação começou a mudar quando o Conselho Federal de Psicologia percebeu o crescente número de psicólogos com interesse no atendimento virtual, mesmo período em que a mídia começou a divulgar a psicoterapia online.

 

O surgimento do NPPI

 

Com o surgimento da internet, em 1995, o Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática (NPPI) da PUC, que hoje chama-se JANNUS, construiu um site com o objetivo de compreender os fenômenos da internet, porém algo inusitado aconteceu. O Núcleo passou a receber muitos pedidos de auxílio psicológico virtual. Suas respostas ao público eram em caráter informativo e educativo, e inclusive encaminhamentos eram feitos quando necessário.

 

A demanda do NPPI aumentou consideravelmente, tanto que o Núcleo recorreu ao CFP para discutir sobre a melhor forma de responder esta demanda. Através de discussões chegaram a conclusão que os e-mails das pessoas fossem acolhidos e que elas recebessem orientações, sem realizar psicoterapia.

 

Assim, tanto o Conselho Federal de Psicologia quanto os Conselhos Regionais de Psicologia se reuniram para debater esse impasse: como repassar orientações aos psicólogos sobre o atendimento online de qualidade.

 

O acesso facilitado ao atendimento virtual

 

O atendimento psicológico online como temos hoje se dá graças ao CFP e suas diretrizes que norteiam o trabalho dos psicólogos que atuam virtualmente.

 

A primeira resolução elaborada foi a Resolução CFP 006/2000, que se refere à Comissão Nacional de Credenciamento e Fiscalização dos Serviços de Psicologia pela Internet. Essa resolução teve como objetivo desenvolver critérios para avaliação da qualidade dos serviços psicológicos oferecidos pela internet. Além disso, desejava acompanhar o credenciamento e a fiscalização dos sites que promovem atendimento terapêutico psicológico online. Outro objetivo da resolução era acompanhar a certificação dos sites de pesquisa que prestam atendimento mediado por computador, aprovados pelo Comitê de Ética em Pesquisa, que também é regulamentado pelo CFP.

 

Em 2005, tivemos outra Resolução e em 2012, ampliou-se ainda mais as possibilidades de atuação do psicólogo no meio virtual através da Resolução 011/2012 que regulamentou a prestação dos serviços psicológicos online e revogou a Resolução de 2005. Você pode perceber que os serviços online foram oferecidos desde a Resolução de 2005, contudo não na forma de psicoterapia que era permitida apenas em caráter de pesquisa.

 

A resolução de 2012 mudou essa perspectiva, pois permitiu o atendimento psicoterápico virtual eventual em algumas situações: quando o paciente do atendimento presencial estivesse em trânsito ou quando se encontrasse impossibilitado de comparecer ao atendimento tradicional. Também estipulou aumento no número de orientações psicológicas online, passando de 12 para 20.

 

A Resolução 011/2012 facilitou bastante a psicoterapia online no Brasil, e desde então só houve crescimento no número de pessoas atendidas. Para você ter uma noção, em 2017 havia 627 sites do gênero cadastrados no CFP, com permissão para atendimento psicológico virtual.

 

Novidade: em 2018, a Resolução 011/2018 do CPF revogou a de 2012, e uma das vantagens foi o corte no limite de sessões para atendimento online, aprovação da psicoterapia online e a forma de cadastramento do psicólogo para atender no meio virtual. Para oferecer atendimento psicológico online, o psicólogo deve se cadastrar individualmente no site https://e-psi.cfp.org.br/ , ou seja, ele não é obrigado mais a fazer parte de um site cadastrado.

 

Como você pode perceber, o atendimento psicoterápico online não veio para competir com o tradicional, mas para somar com ele. Os serviços mediados pela internet trazem novas possibilidades de atendimento, ampliando o alcance do trabalho do psicólogo.

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Instituto de Terapia Online

Instituto de Terapia Online

O Instituto de terapia Online (ITO), é especializado em oferecer treinamentos on-line de alta qualidade para psicólogos e estudantes de psicologia que estão desejando trabalhar on-line terapeuticamente ou já atuantes. Surgiu a partir da demanda de alguns psicólogos que vem buscando padrões e níveis de qualidade no processo de capacitação e formação em terapia online.

Artigos recentes


Termos de Serviço  |  Políticas de Privacidade
Rua Príncipe Humberto, 112 – Conj. 44 – Centro – São Bernardo do Campo – SP
CEP: 09725-200
marina@institutodeterapiaonline.com.br

© COPYRIGHT 2019 – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS